9 de mai de 2010

O tempo

.
TEMPO E MOLDURAS
(Polyana Zavariz)
.
No decorrer de nossa vida e nossas andanças, vamos criando situações difíceis de lidar - ora causadas por decepções que sofremos, ou que provocamos, ora por causa das escolhas que fazemos, e que nem sempre nos tornam pessoas melhores aos olhos do Pai. Diante de tantas opções feitas nem sempre somos coerentes com a vontade de Deus, e isso gera, dentro de nós, como que uma distorção da realidade - nos tornamos feios, opacos, sujos e paralisados no comodismo, no pecado.
.
Deus nos espera sempre. Acolhe nossa condição. Respeita nosso processo. Por isso que ao nos reencontrarmos com Ele, nossos olhos se abrem e percebemos nossa situação e - com a Sua graça - recomeçamos um novo tempo em nossa história. Mergulhamos em Sua misericórdia e somos capazes de refletir sobre quais valores tem regido a vida e nossas decisões; em como temos agido e reagido conosco mesmos e com o outro, segundo o princípio cristão. Somos capazes de reescrever nossa história, agora com outros olhos.
.
Observando minha vida, vejo as marcas que o tempo deixou (em mim) e percebo o que tenho deixado nas paredes do meu coração... quais as marcas que carrego, adornadas com molduras e que deixei em destaque em minha história, ocupando espaço em vão. Imagens distorcidas, molduras que não combinam... fui deixando o tempo passar e me acostumei com minhas feiuras. Por não escolher bem, contentei-me com qualquer desenho.
.
Aprendi que a vida requer empenho, cuidado, respeito. E é bom escolher - à Luz do Espírito Santo - para que as consequências não sejam frustradas, porque as marcas sim, ficarão para sempre.
.
De tempos em tempos é bom trocar as molduras, os adornos, os enfeites que colocamos em volta das estampas... Porém, ainda melhor é rever a imagem que está em nós e que nos reflete , para que não percamos o brilho de Deus que está em nós.
.
Deixar Deus curar nossas lembranças negativas e ajudar-nos a conservar o que de bom há dentro de nós. Por isso é importante cuidar do nosso interior, daquilo que sentimos e pensamos, daqueles que amamos, para  que deixemos estampado na parede de nosso interior belas imagens com molduras igualmente bonitas. Assim, o tempo não poderá degradar as lembranças do coração...

Nenhum comentário: