26 de set de 2010

Você sabe o que quer?






O tempo mais valioso é o presente...










Ter uma meta na vida faz grande diferença.


Quem sabe o que quer, caminha com segurança, dá passos firmes e geralmente não pára na estrada da vida, mesmo que tropece e, às vezes, até caia. Se se tem um sentido, uma meta a ser alcançada, encontra-se forças para se levantar e continuar caminhando. Conheço um provérbio que diz: “Para o barqueiro que não sabe aonde quer chegar, nenhum vento lhe é favorável”.


Eu diria: quem não tem um sentido na vida, dificilmente consegue ver os benefícios que lhe são oferecidos todos os dias, em cada situação, e quase nada lhe parece favorável.


Por outro lado, quem sabe o que quer, não perde tempo lamentando-se, remoendo mágoas de dias passados. Sua meta é o futuro e sabe que para chegar lá precisa viver muito bem o presente; já descobriu que é hoje que construímos o ''alicerce'' da casa que iremos morar amanhã.


Comecei a escrever, pensando no sentido que cada um tem ou deve ter na vida... Mas é fim de tarde e o pôr do sol que vejo, por entre os prédios, leva-me a contemplar o presente.
Compreendo que é amando e vivendo bem o hoje, que expresso o sentido de minha vida, não preciso falar muito, mas sim, viver...


Cada vez tenho mais certeza de que o tempo mais valioso é o presente e sua preciosidade está justamente no sentido de ser único, uma vez que o passado não volta mais e o futuro não sabemos se virá.
Faço minha a oração de Santa Terezinha do Menino Jesus: "A minha vida é um instante, uma hora que passa, é um momento que rapidamente escapa de minhas mãos e se vai. Tu sabes, meu Deus, que para amar-te aqui na terra não tenho outro momento a não ser o dia de hoje" (Tereza de Lisieux,1996).
Vivamos bem o hoje e sigamos em frente com os olhos fitos na meta, sem nos esquecermos de que os ventos do Espírito são favoráveis a quem sabe o que quer.


Dijanira Silva
Membro da Comunidade Canção Nova.

24 de set de 2010

Chegou a primavera























Mesmo nos tempos difíceis, é preciso permanacer...
.
Ainda que sem ânimo ou com medo, devo seguir,
na certeza de que Deus não desiste de mim.
,
Resgatar os sonhos... não desistir deles...
Esperar o tempo certo de florescer...
.
É primavera,
Tempo das surpresas de Deus!!

23 de set de 2010

Saia da igreja

Leve para o mundo aquilo que tem aprendido


Por favor, saia da igreja. Vá ao estádio de futebol, à fazenda, ao escritório, ao hospital, ao teatro, ao parque, ao cinema...


Saia da igreja na segunda-feira à noite, após o grupo de oração. E vá ao shopping. No trânsito, mostre, com palavras e gestos, que você não vai destruir o mundo por causa do engarrafamento. Sintonize uma rádio cristã e siga em frente. Ao chegar às lojas, só compre o que, de fato, precisa. E, de quebra, escolha uma roupa para alguém que você sabe não ter condições de comprá-la. O beneficiado poderá até desconfiar que você anda saindo muito da igreja.
Na terça-feira, saia da igreja de novo. Após participar da Santa Missa, depois de um dia todo de trabalho, vá curtir um cineminha. Na fila, à espera do ingresso para ver o filme, não economize seu bom humor e descontração. Depois da sessão, fale com seus amigos sobre os valores e mensagens que aprendeu. Afinal de contas, você saiu da igreja no fim da tarde.




Saia da igreja também na quarta-feira. Após momentos de silêncio diante do Santíssimo Sacramento, saia e passe em casa para pegar a esposa e os filhos. Vá ao estádio de futebol. Justamente porque você vive saindo da igreja, quase não sabe fazer nada sem a família. Inclusive, torcer pelo time do coração.


Saia da igreja o máximo de dias e vezes que conseguir. Especialmente no domingo pela manhã, após a Missa. Saia e corra para a praia. Vá com sua família ou amigos. Sorria bastante, conte muitas histórias engraçadas e, no final da tarde, combine de rezar o terço na casa de alguém da turma.




Uma pessoa de fora, que ouvir esse papo, logo vai pensar: "Esses aí devem ter saído da igreja".


Saia da igreja muitas vezes. Sempre.


Maurício Rebouças - Comunidade Canção Nova
(FONTE: www.cancaonova.com/formacao)

19 de set de 2010

Nos intervalos...

















Tem momentos em que a vida silencia...
Mas isso não quer dizer que devemos desistir de tudo; é só
pra andar mais devagar...!

Não estamos órfãos!



















Mesmo que tudo pareça contrário,
é preciso entender,
que a vida ainda vale a pena.
.
Mesmo que tudo pareça ser em vão,
é preciso persistir,
e ver quão importante é tentar.
.
Ainda que o mar se agite e as ondas pareçam nos transbordar, não somos órfãos. Deus está no controle de nossa vida, basta observarmos. Ele não nos deixa sozinhos. A vida nos ensina que Ele não é indiferente a nossas angústias e dores, mas se inclina até nós e ouve nosso clamor.
.
Confiemos!
Paz e Bem.
.
Polyana Zavariz.

16 de set de 2010

“JOVENS, A IGREJA AGORA PERTENCE A VÓS”, AFIRMA PAPA


Adverte contra o que não é importante na vida




GLASGOW, quinta-feira, 16 de setembro de 2010 (ZENIT.org) - Bento XVI alertou os jovens contra o que é inútil na vida, recomendando-lhes que sejam conscientes da sua dignidade como filhos de Deus e vivam em coerência com isso.


O Papa fez este convite sincero aos jovens de hoje enquanto celebrava uma Missa ao ar livre, em uma tarde escocesa ensolarada, no Bellahouston Park, a aproximadamente 5 km do centro de Glasgow.


Multidões balançando bandeiras do Vaticano deram as boas-vindas ao Papa em Edimburgo, e ele fez o papamóvel parar para beijar uma pequena menina. Houve um momento de recolhimento silencioso da multidão, antes de começar a Missa.


O Pontífice chegou hoje à Escócia, começando assim uma viagem de 4 dias ao Reino Unido, que incluirá um discurso a representantes da sociedade britânica e a beatificação do cardeal John Henry Newman.


A homilia do Santo Padre se referiu a temas que vão do ecumenismo e da evangelização da cultura à necessidade de orar pelas vocações ao sacerdócio e à vida consagrada. Este foi o último tema que fez parte da sua saudação particular aos jovens, com a qual encerrou a homilia.


"Convido-vos a levar uma vida digna do nosso Senhor e de vós mesmos", disse aos "queridos jovens católicos da Escócia".


Brilhantes, mas vazios


Bento XVI reconheceu as "muitas tentações que deveis enfrentar cada dia - drogas, dinheiro, sexo, pornografia, álcool - e que o mundo vos diz que vos darão felicidade, quando, na verdade, estas coisas são destrutivas e criam divisão".


"Só uma coisa permanece: o amor pessoal de Jesus por cada um de vós. Buscai-o, conhecei-o e amai-o, e Ele vos libertará da escravidão da existência deslumbrante, mas superficial, que a sociedade atual propõe frequentemente."


"Deixai de lado tudo o que é indigno e descobri vossa própria dignidade como filhos de Deus."


O Pontífice acrescentou que o Evangelho da Missa de hoje, marcada pela festa de São Ninian, apóstolo da Escócia, inclui a exortação de Jesus a orar pelas vocações.


"Elevo minha súplica para que muitos de vós conheçais e ameis Jesus e, por meio deste encontro, vos dediqueis por completo a Deus, especialmente aqueles dentre vós que fostes chamados ao sacerdócio ou à vida religiosa", disse o Santo Padre aos jovens.


"Este é o desafio que o Senhor vos dirige hoje: a Igreja agora pertence a vós!"


Exemplos luminosos


Anteriormente, o Papa se dirigiu de forma particular aos bispos e sacerdotes, animando-os também a rezar pelas vocações.


Pediu aos bispos que dessem prioridade aos sacerdotes e à sua santificação.


"Vivei em plenitude a caridade que brota de Cristo, colaborando com todos eles, em particular com os que têm escasso contato com seus irmãos no sacerdócio - instou. Rezai com eles pelas vocações, para que o Senhor da messe envie trabalhadores à sua vinha."


O Papa também convidou os bispos a se comprometerem pessoalmente na formação dos sacerdotes e também dos diáconos.


"Sede pais e exemplo de santidade para eles, animando-os a crescer em conhecimento e sabedoria no exercício da missão de pregar, à qual foram chamados", afirmou.


Falando aos sacerdotes, recordou-lhes seu chamado à santidade e a modelar suas vidas segundo a cruz de Cristo.


"Pregai o Evangelho com um coração puro e com reta consciência - convidou. Dedicai-vos somente a Deus e sereis exemplo luminoso de santidade, de vida simples e alegre para os jovens; eles, por sua vez, desejarão certamente unir-se a vós em vosso solícito serviço ao povo de Deus."










FONTE: http://www.zenit.org/article-26042?l=portuguese




13 de set de 2010

Outonos e primaveras...




A primavera só pode ser o que é porque o outono a embalou nos braços...








Primavera é tempo de ressurreição. A vida cumpre o ofício de florescer ao seu tempo. O que hoje está revestido de cores precisou passar pelo silêncio das sombras. A vida não é por acaso. Ela é fruto do processo que a encaminha sem pressa e sem atropelos a um destino que não finda, porque é ciclo que a faz continuar em insondáveis movimentos de vida e morte. O florido sobre a terra não é acontecimento sem precedências. Antes da flor, a morte da semente, o suspiro dissonante de quem se desprende do que é para ser revestido de outras grandezas. O que hoje vejo e reconheço belo é apenas uma parte do processo. O que eu não pude ver é o que sustenta a beleza.



A arte de morrer em silêncio é atributo que pertence às sementes. A dureza do chão não permite que os nossos olhos alcancem o acontecimento. Antes de ser flor, a primavera é chão escuro de sombras, vida se entregando ao dialético movimento de uma morte anunciada, cumprida em partes.


A primavera só pode ser o que é porque o outono a embalou em seus braços. Outono é o tempo em que as sementes deitam sobre a terra seus destinos de fecundidade. É o tempo em que à morte se entregam, esperançosas de ressurreição. Outono é a maternidade das floradas, dos cantos das cigarras e dos assobios dos ventos. Outono é a preparação das aquarelas, dos trabalhos silenciosos que não causam alardes, mas que, mais tarde, serão fundamentais para o sustento da beleza que há de vir.


São as estações do tempo. São as estações da vida.


Há em nossos dias uma infinidade de cenas que podemos reconhecer a partir da mística dos outonos e das primaveras. Também nós cumprimos em nossa carne humana os mesmos destinos. Destino de morrer em pequenas partes, mediante sacrifícios que nos fazem abraçar o silêncio das sombras...


Destino de florescer costurados em cores, alçados por alegrias que nos caem do céu, quando menos esperadas, anunciando que depois de outonos, a vida sempre nos reserva primaveras...


Floresçamos.


Padre Fábio de Melo
Padre Fábio de Melo é professor no curso de teologia, cantor, compositor, escritor e apresentador do programa "Direção espiritual" na TV Canção Nova.
(FONTE: www.cancaonova.com/formacao - acesso em: 13/09/2010 )

6 de set de 2010

Posicionamento do Pr. Paschoal Piragine Jr sobre as eleições 2010.


.
Nós, cristãos, não podemos permitir que leis contra a Família e a Vida, e a dignidade da Pessoa se passe por verdade no Brasil. Assistam a este vídeo. Precisamos ter reta intenção nessas eleições, em favor do bem comum e dos valores cristãos. O que o Pr. Paschoal fala é o mesmo que a Igreja Católica anuncia à todos os seus fiéis.  

5 de set de 2010

Nós somos a Igreja da Cruz!


.
Santa Cruz - Banda Arkanjos
.
Todos os pecados meus e os seus foram cravados no Madeiro
pois Jesus com Seu sangue nos lavou
Ele se fez Cordeiro e recebeu as dores que nos foram impostas
e na Cruz com amor nos libertou.
.
Ele desceu de Sua realeza para se fazer sacrifício por nós
Se aniquilou e se entregou
E como ovelha muda ao matadouro
não murmurou, não reclamou por nada
E decidido pelas nossas vidas, Obediente foi até a morte de cruz
.
Oh, santa Cruz!
Bendita Cruz!
.
Bendita seja a Cruz, o Amor por ela se revelou
Nós somos a Igreja da Cruz, por isso A exaltamos, Senhor.
Não existe mais barreira ntre nós, por ela o véu do Templo rasgou
O Céu está aberto pra nós, o que era pecado agora é graça sem fim.

4 de set de 2010

Somos cidadãos do Céu!



















De que vale viver apegado a coisas materiais, fazer planos, desejar tantas coisas e não buscar a Deus, que é o Criador de tudo? Nossa vida é breve, muito breve, e se não buscamos as coias do Alto, de nada vale gastar tempo - a vida - querendo acumular bens aqui na terra.
.
Não quero dizer que planejar, sonhar, fazer escolhas, não seja importante; não é isso. O que quero trazer a reflexão é que a nossa vida só vale a pena se buscarmos viver aqui pra alcançar o Céu. Perdoem-me os que talvez não creem nesta verdade. Sou Católica Apostólica Romana e almejo o Céu. É importante compreender que aqui não é o fim. Há sim, um lugar muito melhor para vivermos: a vida eterna. E só Deus pode nos dar.
.
A vida aqui só faz sentido se desejarmos a Eternidade. Lá não haverá guerras, destruições ou maldades...
Tenhamos esta certeza no coração: Deus nos reserva o Céu, a morada eterna. Que vivamos a expectativa e a coerência com a vontade do Senhor nesta vida, para alcançarmos a vida eterna.
.
Deus lhe abençoe!
Paz e bem.
.
Polyana Zavariz

2 de set de 2010

Invasores



















Deus habita em mim!
Sua tenda foi estabelecida no meu território.
Não posso negociar minha sacralidade.
Mas sinto-me invadido pelos saqueadores dos meus sonhos.
Eles não me conhecem como pensam. Não pisaram o suficiente nos meus
espaços e se pisaram, o fizeram de qualquer maneira.
Ando preservando valores...
Não posso permitir que qualquer um invada minha casa.
A solidão daqueles que tentam saquear-me é deprimente.
Perdem-se em seus uivos de julgamentos medíocres.
Fingem...
Não são o que parecem ser!
Estive pensando nestas palavras de Jesus:
"Na verdade, na verdade vos digo que aquele que não entra pela porta no redil das ovelhas, mas sobe por outra parte, é ladrão e salteador". "Eu sou o bom Pastor; o bom Pastor dá a sua vida pelas ovelhas (João 10,11)."
(...)
Aquele que não entra pela porta é ladrão!
Estou em busca desta autoridade...
(...)
Tenho a tutela da minha história.
E não permitirei a entrada daqueles que não passarem pela porta do comprometimento...
Comprometimento com a minha felicidade!
(...)
.
Bruno Bressani
.
(BRESSANI, Bruno H. Martins. Fragmentos. São Paulo: All Print Editora, p.97-98, 2010.)