5 de ago de 2011

Um instante que passa...

Meu Canto de Hoje*



















.
.
Minha vida é um instante, um rápido segundo,
Um dia só que passa e amanhã estará ausente;

Só tenho, para amar-Te, ó meu Deus, neste mundo,

O momento presente!...
;
Como Te amo, Jesus! Por Ti minha alma anseia;

Sejas meu doce apoio por um dia somente.

Reina em meu coração: Teu sorriso incendeia

Agora, no presente!
;

Que me importa, Senhor, se no futuro há sombra?

Rezar pelo amanhã? Minha alma não consente!

Guarda meu coração puro! Cobre-me com tua sombra.

Agora, no presente!
.

Se penso no amanhã, temo ser inconstante,

Vejo nascer em meu coração a tristeza e o enfado.

Eu quero, Deus meu, o sofrimento, a prova torturante

Agora, no presente!
,

Devo ver-te em breve na praia eterna,
Ó Piloto Divino, cuja mão me conduz.

Sobre as vagas em fúria, guia minha navezinha

Agora, no presente.


Ah! Deixa-me, Senhor, em tua Face esconder-me.
Para não ouvir o mundo a clamar futilmente.Dá-me Teu amor, conserva-me tua graça.

Agora, no presente.


Junto ao Teu Coração divino, esqueço o que se passa,
Não temo mais a noite em ameaça.Dá-me em Teu Coração, Jesus, um lugar,

Agora, no presente.


Pão vivo, Pão do Céu, divina Eucaristia,
Ó mistério sagrado! que o Amor produziu...Vem morar no meu coração, minha branca Hóstia,

Agora, no presente.


.Digna-Te unir-me a Ti, Vinhedo Consagrado,
Para que meu ramo assim, com frutos, se apresente

E eu vou Te oferecer algum cacho dourado, Senhor,

Agora, no presente.
,

Esse cacho de amor, cujos grãos são as almas...

Só tenho para formá-lo este dia que foge.

Ah! Dá-me, Jesus, de um Apóstolo o ardor,

Agora, no presente.


Virgem Imaculada, tu és minha Doce Estrela.
Que me dás Jesus e a Ele me unes;Deixa-me, terna Mãe, repousar sob teu véu

Agora , no presente.


Anjo da minha guarda, cobre-me com tuas asas,
Clareia com teus fogos a estrada que sigo;Vem dirigir meu passo e auxiliar-me, te peço,

Agora, no presente.


Quero ver-Te sem véu, Senhor! Sem nuvem,sua, ainda exilada, longe de ti, languesço.

Não me escondas, meu Deus, Tua amável Face

Agora, no presente.
.

Já voarei ao céu para que aí profira

Meus louvores a Ti, no dia sem poente,

Quando, então, cantarei em angélica lira

O Eterno presente!...
.




*Santa Terezinha do Menino Jesus.

.
.
.
.
.
.

Nenhum comentário: