24 de ago de 2010

Voto cristão deve ser solidário e buscar bem comum, diz estudioso

O voto cristão deve ser sinônimo de solidariedade e busca do bem comum.É isso que indica o secretário-executivo da Comissão Brasileira Justiça e Paz (CBJP), o mestre em Ciência Política Daniel Seidel.
"O cristão deve se pautar no projeto de sociedade que cada candidato apresenta. Será que isso atenderá necessidade dos pequeninos? Ou privilegiará apenas determinado setor? É preciso se questionar para que o voto do cristão tenha essa qualidade da solidariedade, isto é, seja decidido com base nos anseios, necessidades e demandas dos mais fragilizados", ressalta.
A CBJP é um dos cinco organismos vinculados à Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) responsáveis pela redação da cartilha Eleições 2010: o chão e o horizonte. O texto foi lançado em maio deste ano para auxiliar os católicos no processo de escolha do seu candidato e já vendeu mais de 18 mil exemplares. Em 40 páginas, os organizadores propõem orientações práticas para motivar a participação dos católicos no processo eleitoral.
A cartilha destaca a importância de o eleitor valorizar as consequências do voto pessoal para a vida do povo e o futuro do país, elencando seis pontos que devem estar presentes quando o eleitor expressar sua cidadania através do voto:
1 – Não basta votar, é preciso fazer um acompanhamento do desempenho do candidato ou do político já eleito;
2 – A importância da Doutrina Social da Igreja, iluminando a opção dos fiéis;
3 – O diálogo com a sociedade como senha-crachá do candidato/político;
4 – Voto baseado no interesse social, não corporativo;
5 – Igreja não apresenta candidatos próprios, mas indica com força profética importância do voto e critérios que devem valer para nosso compromisso cristão.
6 – Uso do método ver, julgar e agir.
"Esses pilares traduzem os princípios básicos da Doutrina Social da Igreja (DSI) – a participação e presença do cristão na vida política deve ser construída em favor do bem comum", explica Seidel.

Leonardo Meira.

(FONTE: http://noticias.cancaonova.com/noticia.php?id=277465)

Nenhum comentário: