19 de ago de 2010

Jornalistas falam de expectativas para debate com presidenciáveis

Da Redação, com Assessoria Canção Nova



Na próxima segunda-feira, 23, a TV Canção Nova em parceria com a TV Aparecida promovem um debate entre os presidenciáveis. Este é o primeiro debate promovido pela Canção Nova, e pretende criar um espaço inédito para que temas de interesse dos católicos sejam tratados com profundidade. O programa será transmitido ao vivo para todo o Brasil e alguns países, e a expectativa é que 100 milhões de pessoas acompanhem o momento.
De acordo com a superintendente da TV Canção Nova, Ana Paula Guimarães, a "intenção é dar oportunidade ao telespectador de conhecer melhor cada candidato, suas ideias e soluções para nossa sociedade não apenas no âmbito católico, mas em relação a todas as demandas da sociedade".
Para o jornalista José Maria Mayrink, do jornal O Estado de São Paulo, que será um dos debatedores, o programa irá chegar até a população dos lugares mais distantes do interior do país e irá proporcionar que esses brasileiros acompanhem com muita atenção um debate de alto nível. “A Igreja sempre teve um papel importante na moralização da política nacional. O exemplo mais recente foi o empenho para que fosse aprovada a lei da Ficha Limpa. Este debate é mais um serviço prestado à sociedade”, avalia Mayrink.
Outro debatedor, o jornalista Martin Andrada, editor-chefe do telejornal Século News, da TV Século XXI, acredita que a Igreja, suas comunidades e pastorais estão engajadas para contribuir com a democracia e o desenvolvimento do país. “Historicamente a CNBB sempre teve participação ativa na política brasileira e cada vez mais os católicos estão interessados em refletir e contribuir com os rumos do país. Essa iniciativa da TV Canção Nova e da Rede Aparecida corrobora a ideia de que o católico tem interesse na reflexão e no conteúdo”, afirma Andrada.
Para Raphael Leal, jornalista e missionário da Canção Nova, o debate fornecerá mais dados que irão auxiliar os católicos na escolha do candidato. “Desde que recebi o convite, comecei a me perguntar o que o povo católico e cristão gostaria de perguntar? Comecei a questionar alguns amigos para melhor representar esses questionamentos no debate. Assim, o católico terá a oportunidade de comparar os candidatos e tomar a melhor decisão”, analisa.
O debate acontecerá no auditório da Faculdade Santa Marcelina, em São Paulo, a partir das 22h.
FONTE: http://noticias.cancaonova.com/noticia.php?id=277442

Nenhum comentário: