31 de out de 2009

Abrigo Amigo*



      Na rua onde trabalho transitam muitos cachorros de rua.  Há também uma cachorrinha especial, diferente dos outros, ela vai à Igreja, na missa, procissão... chega de manso e gosta de estar entre as pessoas.
      Me chamou a atenção que, um dia desses, em frente ao lugar que trabalho há uma residência, que fica no primeiro andar e há uma escada. O portão de acesso a escada, e portanto à casa, costumava ficar sempre aberto, mas que por causa daquela cachorrinha, que resolveu se apossar da entrada da casa, o dono precisou adotar uma medida radical, acostumar-se a deixar o portão fechado (naquele dia). Interessante que a partir disso, a cachorrinha não ousou mais entrar na casa, porque "se deu conta" de que não tinha mais acesso livre.
      Muitas vezes em nosso coração agimos assim. Quando alguém quer ter acesso a nós, ao invés de abrirmos as portas do coração para que os - possíveis - amigos entrem e façam parte de nossa vida, de nossa história, nós fechamos nossos portões - por medo do que o outro possa nos oferecer. Nos fechamos a ponto de não dar importância para quem está ao nosso lado, seja por mágoas, frustrações, decepções... nos fechamos em nós mesmos e ainda colocamos uma "redoma" de proteção em volta, para que não nos perturbe o "invasor".
       Quantas oportunidades são perdidas por causa desse nosso fechamento. Sementes que mal cultivadas não geram frutos, porque o terreno não permite deixá-las germinar, não brota, não amadurece. Por causa das podas que a vida nos faz nem sempre reagimos de maneira positiva. Nem sempre permitimos que brotem novas oportunidades de crescimento interior.
        A amizade é dom de Deus mas passa por minha vontade e desejo de cultivar o amigo que Ele me concede, me dá de presente, pois somos responsáveis uns pelos outros.
        O convite de Jesus para nós - a todo instante - é este: abrir as portas do nosso coração, baixar as guardas, e permitir que o outro tenha acesso a nós, para que o outro possa fazer morada em nós, e para que também eu encontre abrigo no coração do amigo.
.
Deus nos ensine a colher quem está ao lado e que este se faça amigo para abrigar meu coração! Que tenha acesso livre a mim, e que principalmente, a graça de Deus nos dê amizades profundas.
.
.
Polyana Zavariz

Nenhum comentário: