8 de jan de 2012

novo tempo

.
.

ANO NOVO - Simão Cireneu
.

A terra estava seca, e parecia gritar
naquelas nuvens de pó que o vento arrebatava,
atirando-as, como preces, para os céus!
E veio a chuva... uma chuva de gotinhas
que entraram pela terra,
dando vida a tudo.
E a terra se vestiu de flores e perfumes,
agradecedo a grande bênção de Deus!
.
Tão cheia de trabalhos, nossa vida
é uma terra, onde crescem os espinhos,
onde as flores morrem nos caminhos
varidos pelo vento, castigados pelo sol.
.
Mas a bênção de Deus aí vem vindo,
nesse Ano Novo que sorri, tãi lindo,
qual uma chuva prestes a cair;
chuva de horas, de dias e semanas,
que vão entrar no chão de nossa vida,
para cobri-la de flores e de frutos!
.
Como a terra que aproveita a chuva bem fazeja,
aproveitemos as gotinhas todas
desse tempo, desse ano novo que aí está!
Ele é um presente que nos vem dos céus,
ele é uma bênção que Deus hoje nos dá.
.
Padres Redentoristas. ECOS MARIANOS DA BASÍLICA NACIONAL DE NOSSA SENHORA APARECIDA: Periódico ilustrado - suplemento do Santuário de Aparecida. Aparecida - SP - 1960. Pág. 3.

Nenhum comentário: