9 de ago de 2009

E S S Ê N C I A


"A partida nos abre os olhos para o que deixamos. A distância nos permite mensurar os espaços deixados. Por isso, partidas e chegadas são instrumentos que nos indicam quem somos, o que amamos e o que é essencial para que a gente continue sendo. Ao ver o mundo que não é meu, eu me reencontro com desejo de amar ainda mais o meu território. É consquência natural que faz o coração querer voltar ao ponto inicial, ao lugar onde tudo começou."
(Padre Fábio de Melo)

Nenhum comentário: