27 de set de 2011

Necessidade da fé

.
.

Quais sentimentos tem permeado sua vida? O que tem tomado espaço em seu coração? O que o entristece? Como tem reagido diante dos problemas? Tenho vivido com muitas dúvidas nos últimos dias, e questionamentos surgem em meu coração, fazendo-me parar nas situações, ao invés de reagir. Pareço ter perdido o norte de minha vida...
.
Mas, parece que o vento mudou a direção de meu olhar. Escutei uma voz que dizia: "Deus te ama. Não se deixe enganar!" E, mais que depressa, desviei o olhar dos problemas e busquei Aquele que pode mudar o rumo de minhas escolhas.
.
A nossa vida é uma luta constante para não naufragar em problemas, tristeza, decepções e tantas outras situações que possam surgir, porém, a maneira mais eficaz de equilibrar-nos no mar é permitir que o Capitão tome a diração do nosso barquinho. E, como diz a canção: "Com Jesus, tudo pode ser mudado pela força da oração"; ainda que estejamos passando por dias nublados ou com tempestades - Ele pode acalmá-la.

.
A fé é o combustível da alma. É a força interior que nos move em direção Àquele que nos dá a vida, e a dá em abundância. O Catecismo da Igreja Católica, parágrafo 157, nos diz: "A fé é certa, mais certa que qualquer conhecimento humano, porque se funda na própria Palavra de Deus, que não pode mentir. Sem dúvida, as verdades reveladas podem parecer obscuras à razão e à experiência humanas, mas 'a certeza dada pela luz divina é maior que a que é dada pela luz da razão natural' (São Tomás de Aquino)."
.
Contudo, para compreender a dimensão da fé e sua necessidade em nossa vida, o Catecismo ainda nos orienta: "É necessário, para obter [esta] salvação, crer em Jesus Cristo e naquele que o enviou para nossa salvação. A fé é um dom gratuito que Deus concede ao homem. Podemos perder este dom inestimável. (...) Para viver, crescer e perseverar até o fim na fé, devemos implorar ao Senhor que a aumente; ela deve 'agir pela caridade' (Gl 5, 6), ser carregada pela esperança e estar enreizada na fé da Igreja" (CIC parág. 161 e 162).
.
Aprendamos a ver a Vida com os olhos da fé, estando em concordância com o que nos orienta a Santa Igreja, para que não mais sejamos levados pelos ventos contrários.
.
.
Abraço fraterno.
Paz e bem.
.
Polyana Zavariz.

Nenhum comentário: